A Quantidade certa de sono pode proteger adolescentes contra diabetes

Um novo estudo mostrou que dormir entre sete horas e meia e oito horas e meia por noite mantém a insulina e o açúcar no sangue em um nível ideal.

62 adolescentes participaram da pesquisa. Eles foram monitorados ao longo de um dia e meio, durante o qual os seus níveis de açúcar no sangue foram testados e seus padrões de sono foram analisados pelos pesquisadores.

Passar mais ou menos tempo que isso dormindo aumentou a chance de níveis de glicose elevados, enquanto que uma menor quantidade de sono profundo causou queda nos níveis de insulina.

A descoberta significa que um padrão de sono saudável pode ajudar a afastar o aparecimento da diabetes nos pacientes, os quais eram obesos.

Dr. Dorit Koren, que liderou o estudo, disse que ele apoia pesquisas anteriores que mostraram que adultos privados de sono apresentam um risco maior de diabetes tipo dois. “Nosso estudo descobriu que, para manter os níveis de glicose estáveis, a quantidade ideal de sono para os adolescentes é 7,5 a 8,5 horas por noite”, completou.

Os pesquisadores vão agora tentar confirmar seus resultados através da realização de uma análise semelhante nas casas dos adolescentes obesos, e não em laboratório.

“Entretanto, nosso estudo reforça a ideia de que dormir o suficiente na adolescência pode ajudar a proteger contra o diabetes tipo 2?, diz o Dr. Koren.

Fonte:[Telegraph]

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

SETI os misteriosos sinais vindos do Céu
Distúrbios e fascinantes condições médicas
Planeta Terra parece um grão de areia perto de Canis Majoris [Vídeo]
Cadáver de criatura misteriosa é encontrada na África
Bactérias que comem ferro poderão ajudar na construção de HDs no futuro
Celulares e radiação: conheça os modelos que emitem os maiores e menores níveis
Achados arqueológicos surpreendentes
Niribu, o planeta solar do apocalipse
Como o genoma humano ficou repleto de DNA viral ?
Teorias da conspiração #5# parte I
Todos os direitos reservados - 2016