Warning: Invalid argument supplied for foreach() in /home/megacubo/armagedomoculto.com.br/wp-includes/taxonomy.php on line 3043
class="post-18595 post type-post status-publish format-standard hentry category-ciencias tag-avancos-cientificos tag-interessante-2" id="post-18595">

Cientistas batem recorde de maior temperatura produzida pelo homem

De acordo com uma notícia publicada pelo site Discovery News, um grupo de cientistas do Laboratório Nacional Brookhaven, nos Estados Unidos, entrou para o Guinness Book depois de registrar a maior temperatura já alcançada pelo homem: 4 trilhões de graus Célsius, ou seja, mais quente do que o centro do Sol.

Tal temperatura foi registrada durante alguns estudos relacionados com o plasma de quarks-glúons (PQG), um estado da matéria que os cientistas acreditam ter existido por apenas 10 milionésimos de segundo depois do Big Bang, evento que teria dado origem ao universo.

Logo após a explosão, o universo estaria tão quente que nenhum tipo de núcleo poderia existir, além dessas partículas — quarks e glúons —, que são os componentes básicos da matéria. Portanto, imagine a energia necessária para recriar esse plasma em laboratório!

Colisão de partículas

Para isso, os cientistas utilizaram uma estrutura circular de quase 4 quilômetros, percorrida por íons de ouro. Os íons foram sendo gradualmente acelerados por diversas bobinas metálicas, posicionadas de forma estratégica em vários pontos de sua extensão. Eventualmente, os íons se chocam, resultando no superquente e denso plasma de quarks-glúons.

Entretanto, esse recorde pode mudar de mãos em breve. De acordo com o CERN, uma equipe de pesquisadores está trabalhando em um projeto conhecido como ALICE, também envolvido em experimentos com colisões de íons, podendo alcançar em breve temperaturas 30% mais altas do que a registrada pelo pessoal do Laboratório de Brookhaven.

Fonte:news.discovery

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


Warning: Invalid argument supplied for foreach() in /home/megacubo/armagedomoculto.com.br/wp-includes/taxonomy.php on line 3043

Warning: Invalid argument supplied for foreach() in /home/megacubo/armagedomoculto.com.br/wp-includes/taxonomy.php on line 3043

Warning: Invalid argument supplied for foreach() in /home/megacubo/armagedomoculto.com.br/wp-includes/taxonomy.php on line 3043

Warning: Invalid argument supplied for foreach() in /home/megacubo/armagedomoculto.com.br/wp-includes/taxonomy.php on line 3043

Warning: Invalid argument supplied for foreach() in /home/megacubo/armagedomoculto.com.br/wp-includes/taxonomy.php on line 3043

Warning: Invalid argument supplied for foreach() in /home/megacubo/armagedomoculto.com.br/wp-includes/taxonomy.php on line 3043

Warning: Invalid argument supplied for foreach() in /home/megacubo/armagedomoculto.com.br/wp-includes/taxonomy.php on line 3043

Warning: Invalid argument supplied for foreach() in /home/megacubo/armagedomoculto.com.br/wp-includes/taxonomy.php on line 3043

Warning: Invalid argument supplied for foreach() in /home/megacubo/armagedomoculto.com.br/wp-includes/taxonomy.php on line 3043

Warning: Invalid argument supplied for foreach() in /home/megacubo/armagedomoculto.com.br/wp-includes/taxonomy.php on line 3043

Warning: Invalid argument supplied for foreach() in /home/megacubo/armagedomoculto.com.br/wp-includes/taxonomy.php on line 3043

Warning: Invalid argument supplied for foreach() in /home/megacubo/armagedomoculto.com.br/wp-includes/taxonomy.php on line 3043

Warning: Invalid argument supplied for foreach() in /home/megacubo/armagedomoculto.com.br/wp-includes/taxonomy.php on line 3043
Tome cuidado de como falar com uma criança…
Mistérios inexplicáveis #6#
A Ciência trabalha para desenvolver o "Computador Químico"
Como poderiam os antigos Egípcios possuírem Baterias e luz elétrica ?
As coisas mais estranhas já encontradas no espaço
Será possível a existência de planetas inteligentes ?
Curiosidades sobre "As meninas"
As melhores trilhas sonoras de filmes III
Bactérias que comem ferro poderão ajudar na construção de HDs no futuro
A Deep Web e seus "Mistérios"
Todos os direitos reservados - 2016