Alguns artefatos que ainda intrigam a ciência

Alguns artefatos que ainda intrigam a ciência (2)

Alguns artefatos que ainda intrigam a ciência, Conheça esferas enigmáticas, mecanismos realmente antigos e outros mistérios bizarros.

Com o grande desenvolvimento da tecnologia e a criação de ferramentas como o Google Maps, por exemplo, muita gente acha que não há muitos segredos que ainda possam ser descobertos pelo homem. No entanto, alguns objetos realmente antigos ainda são misteriosos o suficiente para deixar os cientistas confusos.

Na lista abaixo, você vai poder conferir uma série de descobertas e criações variadas que foram investigadas por diversos estudiosos. Contudo, eles não conseguiram obter respostas sobre a procedência desses objetos e, em alguns casos, nem mesmo qual a utilidade deles. Você está preparado? Então, continue lendo.

Conheça então alguns bizarros e até misteriosos artefatos que continuam intrigando a ciência

1. As esferas cheias de segredo

Alguns artefatos que ainda intrigam a ciência

 

Algumas décadas atrás, um grupo de minerados da América do Sul encontrou duas esferas no meio das suas escavações. Uma delas é feita de metal e conta com marcações que indicam o equador e linhas paralelas a ela. A outra é do mesmo formato e com as mesmas características, mas feita de uma substância esponjosa.

De acordo com a análise de cientistas, esses dois objetos têm 2,8 bilhões de anos, o que é uma marca realmente impressionante. Por conta da antiguidade dessas esferas, os estudiosos não conseguem saber que civilização as fez, nem o método usado para isso ou a utilidade que elas teriam.

2. Tecnologia perdida

Alguns artefatos que ainda intrigam a ciência (2)

 

Em 1900, um mecanismo feito de bronze foi retirado do mar, perto de uma ilha chamada de Antikythera. Em um primeiro momento, os estudiosos não identificaram nada de estranho, pois acharam que o objeto se tratava de um Astrolable, que era um instrumento utilizado por especialistas da Astronomia no século I.

Contudo, uma observação mais detalhada constatou que esse mecanismo continha uma composição complexa de engrenagens, coisa que só deveria vir a existir em 1575. Apesar de estudos, não foi possível constatar quem fez algo tão desenvolvido há quase 2 mil anos atrás, nem como a tecnologia foi perdida ou a finalidade do objeto.

3. Viagem no tempo?

Alguns artefatos que ainda intrigam a ciência

 

Em 1961, um casal estava caçando em uma montanha na Califórnia, até que acharam uma geode — formação mineral de segunda classe, sendo que eles poderiam vendê-la por um bom preço. Quando chegaram em casa, os dois decidiram abrir a pedra, já que ela é brilhante por dentro.

Por conta disso, eles acharam uma peça de cerâmica bastante estranha. Depois de estudos, ficou constatado que o objeto era uma vela de ignição datada de 1920. No entanto, para estar dentro de uma geode, seria necessário que a peça tivesse cerca de 500 mil anos, o que sugere uma possível viagem no tempo. No entanto, essa descoberta sumiu e mais nada foi constatado.

4. Várias esferas perfeitas

Alguns artefatos que ainda intrigam a ciência (3)

 

Na década de 1930, alguns homens, que estavam limpando terreno para plantações de banana na Costa Rica, acharam dezenas de esferas de pedra perfeitas. Havia uma variedade enorme de tamanho, sendo que algumas eram do tamanho de bolas de tênis até outras chegavam a pesar incríveis 16 toneladas.

Essas esferas foram claramente torneadas por trabalho humano, mas não se sabe quem as fez, o motivo por trás dessa iniciativa e nem mesmo o método utilizado para conseguir criar esferas tão perfeitas. E aí, você tem algum palpite?

5. Civilização antiga

Alguns artefatos que ainda intrigam a ciência (4)

 

Na década de 1990, alguns mineradores russos estavam atrás de ouro, mas eles acabaram achando uma quantidade grande de objetos de metais manufaturados, como os que você pode conferir na imagem acima. A princípio, não é nada de chamativo, já que você pode achar molas em praticamente qualquer lugar.

Contudo, cientistas constaram que esses objetos têm cerca de 100 mil anos — ou seja, bem antes das sociedades conhecidas começarem a trabalhar com o metal. Por conta disso, os estudiosos não sabem como eles foram feitos ou por quem, possibilitando a teoria de que uma civilização avançada e bem antiga tenha se perdido pela história.

….

É lógico que o mundo ainda esconde mais segredos, mas não seria possível colocá-los todos somente em uma lista. Por conta disso, se você tiver uma teoria para alguma dessas descobertas ou saiba de outros mistérios, não economize nos comentários!

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Mistérios recentes cientificamente resolvidos
Cérebro de viciados em junk food reage a milkshakes como se fossem drogas
Coisas surpreendentes sobre o Universo
Câncer pode passar desapercebido por uma década
Super-heróis e supervilões que eu gostaria de ver nos próximos filmes ( Parte II )
As diferentes cenas finais do filme de ''De Volta para o Futuro''
Você está fazendo isso extremamente errado
Seremos todos ciborgues ?
Motivacionais para o fim de semana
Creme que realmente rejuvenesce ?
Todos os direitos reservados - 2016