Descoberto esquilo portador da peste negra

Descoberto esquilo portador da peste negra

Descoberto esquilo portador da peste negra, o animal está infectado com o organismo causador da peste bubônica, a mesma doença que matou cerca de 200 milhões de pessoas na Europa no século 14 e ficou conhecida como Peste Negra. Além desse animal, outros dois cães — encontrados no Novo México — também foram identificados com o mesmo problema.

De acordo com os especialistas, se trata de uma variedade geneticamente muito parecida com a bactéria do século 14. Isso significa que o organismo causa a peste bubônica e continua sendo o mesmo que provocou tantas mortes no passado. Com relação à possibilidade de que uma epidemia ocorra, os especialistas afirmam que não há nada o que temer, pois casos isolados de peste — em animais silvestres, domésticos e em humanos — ocorrem todos os anos.

Desembarque na América

A peste foi introduzida no nosso continente perto do ano 1900, e entre os anos de 1999 e 2010 foram registrados nos EUA 999 casos— prováveis e confirmados — de humanos infectados. Aqui no Brasil ela chegou em 1899 e, de acordo com o Ministério da Saúde, entre os anos de 1935 e 2007, foram registrados 7.050 infectados em todo o país.

Atualmente existe tratamento para a peste, ministrado, na maioria das vezes, através de antibióticos. Ainda assim, a doença é bastante grave, e, se não for controlada logo no início, pode ser fatal. Provocada pela bactéria Yersinia pestis, ela normalmente é passada aos humanos através das picadas de pulgas — geralmente presentes em roedores — infectadas.

Sintomas

Uma vez no organismo, a Y. pestis provoca o inchaço dos linfonodos, causando o surgimento de caroços na virilha, axilas e pescoço. Além disso, os doentes também podem apresentar febre, dores de cabeça, fraqueza extrema e dor muscular. Caso o infectado não receba tratamento, a bactéria pode se instalar nos principais órgãos em um período de 1 a 6 dias, e, depois de chegar aos pulmões, a doença se torna altamente contagiosa.

Nesse estágio, a peste pode provocar a morte em apenas três dias, embora o tratamento com antibióticos reduza a incidência de óbitos para 11%. Outros problemas graves decorrentes da infecção são a septicemia — infecção generalizada do organismo — e a gangrena.

Bioterrorismo

Descoberto esquilo portador da peste negra2

 

Conforme apontou o site The Verge, apesar de alguns surtos isolados de peste ocorrerem pelo mundo, o fato de que a doença seja tão contagiosa já levantou vários alertas sobre a possibilidade de que ela possa ser empregada como arma biológica. Inclusive existem relatórios — negados pela Organização Mundial da Saúde — de que um grupo da Al-Qaeda teria tentado um ataque com a Y. pestis em 2009.

Quais os precedentes após ter descoberto de onde vem está terrível doença?

Com respeito a lidar com a vulnerabilidade do país diante de um potencial ataque com armas biológicas contendo a peste negra, o governo dos EUA já recebeu duras críticas. No caso do esquilo de Los Angeles, os oficiais locais fecharam três parques durante uma semana para exterminar as pulgas e evitar que a doença se espalhe. E você leitor, acha que temos motivos para nos preocupar? Não deixe de contar para a gente nos comentários.

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

A maior tempestade solar em 7 anos atingiu a terra nesta terça-feira passada
Carne processada pode causar câncer de pâncreas
Misterioso "UFO" é encontrado no fundo do Oceano
A água da terra pode ter vindo em parte, de cometas
As Pirâmides do Apocalipse e os Nephilins
A ciência afirma: quanto mais alta a mulher, maior o risco de desenvolver câncer
Casais gays também exercem direito a pensão
As imagens mais misteriosas que circulam na net e os fatos que as cercam ( parte 2 )
Sangue artificial pode entrar no mercado daqui a 10 anos
Na hora certa, mas no lugar errado III
Todos os direitos reservados - 2016