Mistérios que continuam sem Resposta

Este é um post cheio de enigmas, suspeitas, intrigas, e contém os mais famosos mistérios, que continuam sem respostas, conhecidos pelo homem e que realmente desafiam uma explicação racional.

Confira o post abaixo.

O Assassino do Zodíaco

Há esse é famoso, até teve filme com ele recentemente. O assassino do Zodíaco esteve ativo no norte da Califórnia por dez meses na década de 1960. Ele matou pelo menos cinco pessoas e feriu mais dois. Sua identidade permanece desconhecida. O Zodíaco colocou seu nome em uma série de cartas ameaçadoras que enviou à imprensa até 1974. Em suas cartas incluiu quatro criptogramas, dos quais três ainda não foram decifrados. Com a falta de precisão no número de vítimas, a incapacidade de quebrar suas cartas criptografadas e a falha na busca de suspeitos, o caso pode ser considerado como um crime perfeito. Em Abril de 2004, o Departamento de Polícia de São Francisco marcou o caso como inativo, mas o reabriu após Março de 2007. O caso está aberto até hoje em outras jurisdições.

Triângulo das Bermudas
O triângulo das Bermudas é uma área de região aquatica no Atlântico Norte em que um grande número de aviões e barcos desapareceram em circunstâncias misteriosas. Ao longo dos anos muitas explicações têm sido apresentadas para os desaparecimentos, incluindo tempo ruim, abduções alienígenas, e suspensão das leis da física. Apesar de existir documentação substancial para mostrar que muitos dos relatos foram exagerados, ainda não há explicação para o número invulgarmente elevado de desaparecimentos na área.

Jack, o Estripador
Na segunda metade de 1888, Londres foi aterrorizada por uma série de assassinatos. O nome de Jack, o Estripador, foi tomada a partir de uma carta enviada a um jornal na época por alguém que dizia ser o assassino. As vítimas eram normalmente prostitutas que tiveram suas gargantas cortadas e corpos mutilados. A polícia da época tinha muitos suspeitos, mas nunca poderia encontrar provas suficientes para condenar ninguém. Nos tempos modernos, houve até alguma especulação de que o príncipe Albert Victor ser o assassino. Até hoje ninguém sabe quem foi o estripador. Na imagem uma suposta carta escrita por Jack.

Estátuas da Ilha de Páscoa
Até hoje existe mistério sobre a construção dos moais, as estátuas gigantes de pedra espalhadas curiosamente pela Ilha de Páscoa. Ninguém sabe afirmar, ao certo, como essas estátuas que representam figuras humanas foram erguidas e transportadas. A profusão das estátuas supera toda a lógica estatística: eram quase 900 para uma população estimada em 4.000 pessoas. Na ilha não há rios e na época não havia cavalos nem abundância de alimentos. Como os rapanuis moldavam a pedra vulcânica, tão dura? Como moviam tanto peso, erguiam as peças e ainda colocavam em cima delas um pesado chapéu -um tipo de tambor de pedra vermelha.


O Santo Sudário
O Santo Sudário é um pano de linho com a imagem de um homem que aparentemente morreu de crucifixão. A maioria dos católicos consideram ser a mortalha de Jesus Cristo. Apesar de muitas investigações científicas, ninguém ainda foi capaz de explicar como a imagem foi impressa na mortalha, e apesar de muitas tentativas, ninguém conseguiu reproduzi-la.

Fonte:blogdoselback

Um comentário a “Mistérios que continuam sem Resposta”

  1. […] City 2Cesta de Links de Sexta (25). As mais tenebrosas lendas urbanas religiosas de todos os tempos.Mistérios que continuam sem Resposta.Rápido, vamos esconder o corpo!Boxeador encontrou uma maneira estranha de ganhar dinheiro.Frases de […]

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Livemocha,rede social para estudos de línguas
Larva come olho de adolescente
Humanos e robots: visões do futuro
Homem grávido ?
Por onde andam os personagens do seriado A super máquina ?
Os melhores pais do mundo
Top 10 misteriosos códigos em textos antigos
Pesquisador americano afirma ataques de 11/09 não passou de uma encenação
Os mais extranhos empregos modernos
As nuvens de gás poderiam ter criado as maiores explosões cósmicas do universo
Todos os direitos reservados - 2016