Objetos misteriosos, Quem os teria feito?

objetos

Objetos misteriosos, No primeiro andar do Museu Egípcio do Cairo e entre as salas muito próximas da Sala das Múmias pode-se parar surpreendido diante de uma pequena vitrine de cristal. Ali está um objeto solitário parecido com uma roda. Este estranho objeto  tem desconcertado e segue desconcertando a todos os egiptólogos que tiveram ocasião de estudá-lo detidamente. E o primeiro deles foi o seu descobridor, Brian Walter Emery, um dos mais importantes egiptólogos do século XX, autor do clássico da egiptologia, Egito Arcaico ? 1961, que segue constituindo, depois de muitos anos, uma referência bibliográfica para o estudo e compreensão das origens da Antiga Civilização Egípcia.

Conheça então alguns dos Objetos mais misteriosos já encontrados pela humanidade

 

Objetos

A estranha “roda” de 5 mil anos encontrada na tumba do príncipe Sabu, do Egito. O formato, o material e o uso desconhecido fazem destes objetos achados, um mistério, uma peça completamente deslocada em meio  a objetos “de época’. Pode ser um volante de veículo, uma porta de escotilha. O problema é: volante e escotilha de qual veículo? DIR.: Bateria de Bagdá ? Iraque, encontrada em ruínas de 2 mil anos, em 1936. Um arqueólogo alemão concluiu que o pequeno pote de cerâmica era uma bateria elétrica. Outros artefatos semelhantes foram encontrados na região da Mesopotâmia.

Realizando escavações no ano de 1936, na zona arqueológica de Sakkara, foi descoberta a Tumba do Príncipe Sabu, filho do faraó Adjuib, governante da I Dinastia (3.000 a.C.). Entre os utensílios extraídos do lugar do funeral,chamou poderosamente a atenção de B.Walter Emery um dos  objetos que definiu, inicialmente,  em sua dissertação sobre As Grandes Tumbas da I Dinastia, como: “…um recipiente com forma de uma bacia esquisita…”.

Anos mais tarde, em sua obra citada anteriormente, Egito Arcaico, havia um comentário que veio resumir a realidade e a situação deste incomodo cachibache [badulaque, objeto sem serventia]: “…não há nenhuma explicação satisfatória sobre o curioso desenho deste objeto…”.

Este utensílio a que se referia B. Walter Emery em suas informações, tem 61 centímetros de diâmetro, e 10,6 centímetros de altura na zona central. Sua construção é esquisita, numa rocha quebradiça e frágil, que requereu um entalhe muito trabalhoso. Sua forma se assemelha a de uma roda de volante de um carro côncavo, com uma espécie de três cortes ou pás curvas que lembram a hélice de um barco e, no centro desta, um orifício com um recorte que se sobressai como se fosse o receptor de um eixo roda ou de algum outro mecanismo desconhecido, disposto para girar.

Como bem é sabido por todos, a postura que mantém a egiptologia oficial a respeito da aparição e uso da roda por parte dos antigos egípcios é muito clara e não deixa dúvida. Sua introdução no Egito nos asseguram, foi durante a invasão dos Hicsos no final do Império Médio, 1.640 a.C., que a utilizaram, entre outras coisas, em seus carros de guerra, e era conhecida também nesse momento por outros povos do Oriente Médio.

Conheça alguns dos objetos que disputam lugar com a  inexplicável Roda.

objetos

AS ESFERAS DE METAL PRÉ-CAMBRIANAS ? Na segunda metade do século XX, mineiros que trabalhavam na África do Sul descobriram misteriosas esferas de metal. Sua origem e utilidade são desconhecidas. Medindo 2,5 cm de diâmetro, algumas têm três objetos meridianos entalhados na linha do equador. São dois tipos de esferas: um tipo feito de um sólido metal azul-escuro com reflexos brancos; o outro tipo é oco e preenchido com uma substância esponjosa e branca. Ocorre que estas pedras são período geológico Pré-Cambriano, datado em 2 bilhões e 800 milhões de anos!

objetos

OS DISCOS DE DROPA ?  são milhares de discos de pedra, com cerca de 10,5 cm de diâmetro cada, São perfuradas no centro. Possui ranhuras circulares regulares em delicada espiral, como se fosse um um disco fonográfico pré-histórico.  As peças têm entre 10 e 12 mil anos. Descobertos por uma expedição arqueológica, liderada pelo Dr. Chi-Pu-Tei, em 1938, nas montanhas de Baian-Kara-Ula, China, os discos estavam em cavernas que, aparentemente, foram ocupadas por uma estranha e antiga cultura. As espirais dos objetos não são simples linhas concêntricas; são elaboradas composições feitas de minúsculos hieróglifos que contam uma história fantástica que fala de naves espaciais provenientes de um mundo distante. veículos que colidiram com as montanhas e eram pilotados por criaturas que chamavam a si mesmas de Dropa. Os discos podem ter pertencido aos descendentes dos Dropa, posto que são hieróglifos decodificáveis; descendentes que viveram naquelas cavernas.

PEDRAS DE ICA ? Peru, no começo dos anos de 1930, o pai do arqueólogo Javier Cabrera descobriu centenas de pedras funerárias rituais em tumbas incas. Eram mais de 1 mil e 100 peças com idade estimada entre 500 e 1.500 anos. Ficaram conhecidas como Ica Stones (Pedras de Ica). Também neste caso as pedras possuíam entalhes do que poderia ser considerado, cenas do cotidiano, algumas com imagens eróticas, muito comuns naquela cultura; outras, mais intrigantes, possuem representações de cirurgias de coração, de peito aberto e transplantes de cérebro. As mais espantosas dessas pedras mostram figuras de dinossauros – brontossauros, triceraptors, estegossauros e pterossauros. Os céticos consideram as pedras uma farsa porém não há meio de comprovar, seja a  fraude, seja a autenticidade.

 

A MÁQUINA DE ANTIKYTHERA
Artefato intrigante, essa máquina foi encontrada por mergulhadores, em 1900, na costa de Antikythera, uma pequena ilha a noroeste de Creta. Estava em meio a magníficas estátuas de bronze, remanescentes submarinos de um naufrágio, pertencentes a algum tipo de culto-cargo. A máquina, de bronze, corroída pelo tempo e pelas águas, é um mecanismo composto de muitas engrenagens circulares, rodas dentadas. Datada em 80 a.C., parece ser um astrolábio ou dispositivo astronômico semelhante. Submetida ao Raio-X, a máquina revelou-se muito mais complexa e sofisticada e apresenta uma tecnologia que sequer existia até 1975. Misteriosa, Antikythera é uma tecnologia que se perdeu.

 

BATERIA ELÉTRICA DE BAGDÁ
A primeira delas foi encontrada nas ruínas de um vilarejo em Parthian, Iraque, entre 248 a.C. e 226 d.C.[ilust. topo da página]. O dispositivo consiste em um pequeno vaso de cerâmica, cerca de 11 cm de altura; dentro do vaso, havia um cilindro ou bastâo de metal oxidado, fixado com asfalto. Especialistas concluíram que o objeto deveria, necessariamente ter estado, no passado, cheio de líquido ácido ou alcalino de tal modo a produzir carga elétrica. Posteriormente, outro objetos semelhantes, com idades diferentes, foram encontrados.ARTEFATO DE COSO

ARTEFATO DE COSO
No inverno de 1961, mineiros da Califórnia (USA) encontraram uma pedra, entre muitas outras que, a princípio parecia ser um geodo qualquer. Mas não era: oca, esta pedra foi aberta e dentro foi encontrado um objeto feito de porcelana branca encaixado em um recipiente hexagonal (seis lados). Através do centro, passava uma haste, um eixo de metal brilhante. Em uma das extremidades, uma mola minúscula. Especialistas que examinaram o artefato dataram-no em 500 mil anos. Tal como a máquina de Antikythera, ninguém sabe o quê é ou para que serve.

AEROMODELO: da AMÉRICA CENTRAL 		1.000 ANOS DE IDADE 		FEITO DE OURO

AVIÕES
Existem objetos do Egito Antigo e das culturas Pré-Colombianas da América Central que são demasiadamente semelhantes a aviões. Um deles foi encontrado na tumba de Saqquara – Egito, em 1898. Tem cerca de 13 com de comprimento, é feito de madeira e realmente parece um aeroplano, com fuselagem, causa e asas. Sua aerodinâmica é tão perfeita que, acredita-se, se fosse reconstituído, poderia voar. Na América Central, a nave, de mil anos de idade, é feita de ouro e pode ser facilmente confundida com um modelo de asa delta ou com um ônibus espacial [esq.]

download (2)

ESFERAS GIGANTES DA COSTA RICA
Em 1930 trabalhadores de uma plantação de banana, encontraram uma dúzia de bolas de pedra,muitas delas eram perfeitamente esféricas. Os tamanhos variavam desde uma bola de tênis até outras com surpreendentes 2 m e 40 cm de diâmetro e pesando 16 toneladas. Até hoje Ninguém sabe quem fez essas esferas.

objetos

FÓSSEIS IMPOSSÍVEIS
Os fósseis como aprendemos na escola, aparecem nas pedras e que são formados ao longo de milhares de anos. Porém, existem fósseis que se encontram fora do senso histórico e geológico. Um fóssil de uma mão humana foi encontrado numa pedra de cal com aproximadamente 110 milhões de anos. Considerando também um dedo que foi achado no Canadá Ártico com datação semelhante, entre 100 e 110 milhões de anos; e mais, uma pegada humana, possivelmente usando sandália foi descoberta no Delta, Utah com 300 ou 600 milhões de anos.

objetos

METAL FORA DO LUGAR
Há 65 milhões de anos, os humanos não trabalhavam com metal. Então como a ciência explica semi-ovóides tubos de metal achados numa canoa de 65 milhões de anos do período Cretáceo na França? Em 1885, num bloco de carvão quebrado foi achado um cubo de metal obviamente trabalhado por mãos inteligentes. Depois em 1912, empregados de uma hidrelétrica se depararam com um pote de metal, um prego foi encontrado embebido num bloco de arenito da era Mesozóica.

Objeto Metálico elaborado encontrado no interior de um geodo

objetos

 

E aqui, o atônito geólogo norte-americano Mike Walters exibe um estranho objeto elaborado em metal desconhecido, encontrado por ele no interior de um geodo – uma peça mineral que na maioria das vezes demanda milhões de anos para ser formada! Walters estava acostumado a encontrar nos interiores dos geodos alguns cristais e outros raros tipos de minerais, naturalmente envolvidos durante o processo de formação deles, porém, segundo afirmou, NUNCA UMA PEÇA DE METAL POLIDO E AINDA POR CIMA MANUFATURADA! Um disco especial que costumava usar para abrir geodos foi incapaz de penetrar no receptáculo do estranho objeto, sendo necessária a utilização de ácido sulfúrico para permitir a liberação do inusitado artefato – evidentemente de origem não-terrestre e originário de uma perdida época pré-histórica. Walters pretende levá–lo para um detalhado exame de Raios-X de modo a tentar identificar a sua constituição e a sua finalidade! (FOTO: Mike Walters)

objetos

Adaptado de saucer2

3 comentários a “Objetos misteriosos, Quem os teria feito?”

  1. […] This post was mentioned on Twitter by favorit.us, Caixa De Pandora. Caixa De Pandora said: QUEM TERIA FEITO ESSES OBJETOS? http://f.ast.ly/mEpwT […]

  2. […] de pandora Ler Post Completo […]

  3. Sócrates diz:

    talvez a historia deveria de novo nos livros ,pois são infinitas as coisas tais como objetos ,construções que não se encaixado no período datados!

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Cientistas desenvolvem robô capaz de ler a mente humana e aprender
Os gifs mais engraçados da internet #9#
cigarro eletronico vício sem nicotina
Camuflagem permite ver sem ser visto
Barney e seus Amigos, você lembra deles
Buraco negro possui ventos de 32 milhões de km/h
Como ganhar moedas verdes e como rouba-las na colheita feliz
Polêmica: Papa afirma "Casamento Gay ameaça o futuro da humanidade"
Top 10 importantes descobertas arqueológicas
Máquina Italiana de fusão fria passa por mais um teste
Todos os direitos reservados - 2016