Russos tentaram derreter o Ártico ?

Russos tentaram derreter o Ártico

Russos tentaram derreter o Ártico ? O que você faria se estivesse no comando do maior país do mundo e tivesse algumas armas nucleares reservadas durante a Guerra Fria? Enquanto os EUA arquitetavam a criação do Projeto Plowshare, que visava usar explosivos nucleares para fazer túneis e escavações, a então União Soviética queria ousar um pouquinho mais.

Como foi descoberto este Bizarro plano dos Russos ?

O pesquisador Derek Mead, diretor da revista Motherboard, resolveu revirar a história da União Soviética na Guerra Fria e descobriu um plano mais do que bizarro: parece que os soviéticos tinham intenções de usar suas armas nucleares para derreter a região ártica, a fim de tornar o frio um pouco menos cruel no território russo.

Dificuldades

Russos tentaram derreter o Ártico (2)

De acordo com Mead, apesar de ter o maior território do planeta, a Rússia encontrava dificuldades para tirar proveito dele. Além disso, o país já estava gastando uma quantidade imensa de dinheiro para lidar com os problemas relacionados ao gelo. Um dos meios de melhorar a atividade econômica da terra da vodca era explorar as muitas fontes de petróleo presentes no Ártico e na Sibéria, o que era muito difícil devido ao frio extremo e às geleiras.

A ideia era explorar o petróleo, ultrapassar a economia dos EUA e, claro, derreter a Sibéria. O plano era ingênuo em suas ambições, mas extremamente perigoso, considerando que a ferramenta utilizada seria nuclear. A ideia era construir um imenso dique que começaria na Rússia e terminaria no Alasca (!).

EUA

Em suas cabeças perigosamente inocentes, os russos acreditavam que dessa maneira conseguiriam redirecionar a Corrente do Golfo no Oceano Atlântico, o que traria as águas quentes da Flórida para a Europa. Essas águas, por serem salgadas, iriam acabar com o frio no Ártico.

A grande questão do plano não era nem a sua provável inviabilidade, mas o descontrole que uma atitude tão grande quanto essa provocaria em nosso planeta inteiro. O mais surpreendente é que os EUA quase aderiram à ideia. O próprio John F. Kennedy, então senador norte-americano, declarou que valeria a pena explorar a ideia da barreira entre Sibéria e Alasca.

 

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Meteoros caem pelo mundo, coincidência ?
Momentos únicos do National Geographic
Top 10 erros do código Da vince
Artefatos misteriosos são encontrados pelo mundo
Top 10 maiores experiências de todos os tempos
Veja por onde anda o elenco de Carrossel
Neva no Havaí em pleno verão
O núcleo do planeta Júpiter está se dissolvendo
O que são raios cósmicos?
Os misteriosos Gigantes de Marcahuasi
Todos os direitos reservados - 2016